A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (COPASA MG) aprovou e divulgou o seu plano de integridade, que visa ao “comprometimento com a integridade por parte de todos os seus colaboradores, administradores, membros de comitês, conselheiros fiscais e acionistas da COPASA MG, bem como de seus fornecedores, prestadores de serviços, autoridades públicas, representantes de agências reguladoras e de qualquer outra parte com quem mantenha relação contratual”.

A Comissão de Ética, que é vinculada à Presidência, teve papel de destaque na confecção do documento, consolidando-se como importante ator da estrutura de governança corporativa. Tal Comissão, de acordo com o Plano de Integridade, tem por incumbência analisar e deliberar “sobre as denúncias e os dilemas éticos que surgem no cotidiano da Companhia, com base no Código de Conduta Ética da COPASA MG e nas diretrizes do Conselho de Ética Pública do Estado de Minas Gerais – CONSET/MG”.

O Código de Conduta Ética dessa estatal mineira é o instrumento de integridade que “reúne os princípios e valores éticos que devem permear as relações da COPASA MG, contribuindo para o fortalecimento da ética empresarial e dos valores e condutas de integridade, bem como orientado as práticas cotidianas, as tomadas de decisão e as demais políticas da Companhia”.

O plano de integridade da COPASA ressalta a importância de distribuir entre todos os empregados, em especial do corpo gerencial, a responsabilidade pela “disseminação da cultura da integridade, da conformidade e da ética.”

Para acessar o Plano de Integridade da COPASA MG, clique aqui.